13 de novembro de 2008

Não sei...

Sou uma mãe parva!
Não me consigo decidir...

Gosto da forma decidida quando recusas ajuda para ir fazer xixi à casa de banho.
Dizes Nhão com tanta convicção, que percebo que tenho que te deixar ir.
Crescer sozinho. Deixar errar e dizer-te que não faz mal. Para a próxima será melhor.
Que o meu papel é dizer-te boa, quando consegues!

Depois, a meio da noite quando procuras refugio junto de mim, e te sinto a aninhar no meu colo, e voltas a ser bebé!

Não me consigo decidir...se gosto mais de ti, assim crescido que não precisa de ajuda, ou com lembrança e cheiro de colo!

Sou uma mãe parva!

6 comentários:

La Sevilhana disse...

Hello? Vais gostar dele SEMPRE de qualquer forma. O mais aqui não existe.

Patrícia disse...

Como sempre...tens razão!
Mas a verdade é que às vezes fico muito ansiosa por o ver mais crescido e outras quero o sempre assim!!!

I disse...

tenho 30 anos e a minha mãe ainda me dá a gracinha do dia da criança. Diz-te alguma coisa?

Anabela disse...

Se isso te consola, eu penso exactamente da msma forma. Se por um lado as quero ver já crescidas, por é tão bom senti-las animhadas a mim e sentir aquele cheirinho a Mustela que se mistura com o seu da pele delas.
Beijinhos

Anabela disse...

Se isso te consola, eu penso exactamente da mesma forma. Se por um lado as quero ver já crescidas, por outro é tão bom senti-las aninhadas a mim,sentir aquele cheirinho a Mustela que se mistura com o cheiro da pele delas... é tão bom!!
Beijinhos

Anónimo disse...

Mãe que é mãe pensa e sente exactamente isso amiga.......é tão bom qdo o Rodrigo só se cala ao MEU colo.......e se enrosca a mim para fazer a sesta ao fim-de-semana.....mas é igualmente bom ver q já arruma os brinquedos e está a adquirir personalidade...se não o levamos a bem, n vale a pena.....mas tudo tem um nome: crescimento. E se estão bem, nós tb estamos, certo??
Bj querida, adoro-te.
Iolanda.