9 de fevereiro de 2009

(...)

Hoje queria caminhar na praia quando o vento está muito forte. Sentir a areia solta a bater nas pernas.
Lutar contra o vento.

Vagueie muito pela praia. Assim...sem destino!

E conquistei tanto do que desejei nessas caminhada, tanto do que segredei ao vento!
E neste momento...hoje e só hoje...sinto falta da libertação que aquele vento me ofereceu enquanto caminhava com passos pequenos.

Sinto falta do aconchego que o resto da vida me dava. Porque ainda não "nos" tinha conquistado. Sinto falta da espontaneidade com que vivia os dias em que caminhava na praia contra o vento.
Porque não tinha conquistado nada e tinha os meus passos pequenos.
E tinha os desejos que segredava ao vento! E tinha a certeza que podia conquistar tudo!

Sinto-vos as horas, os minutos e os segundos da minha vida.
Hoje e só hoje, sinto-vos como o vento!

4 comentários:

Patrícia disse...

Miga...luta contra o teu vento!
Sempre!!!

Patrícia disse...

Mas nunca te esqueças que o vento é bom, e pode ser um aliado!!!
Beijo

Carla Leão disse...

Dizem q sempre devemos usar o vento a nosso favor, mas de vez em quando,caminhar contra tem um ar desafiador espetacular!
Bjos, boa semana!

Anónimo disse...

Há ventos que serão sempre bons, por mais fortes e tempestivos e contrários ao nosso caminho que possam ser. São esses ventos que nos levam longe, que nos fazem navegar e voar. PP