19 de março de 2009

Não há dia do Pai! Há sim, os nossos dias.

Será sempre assim...

A sensação terna e suave que entra e se encaixa junto ao coração.
Bombeia...e dali circula em todos os momentos da minha vida.
O vosso amor, está encostado ao meu coração.
E corre-me no sangue.
É quente. É vivo. É eterno e durará para além do ritmo compassado da minha respiração!

Porque sou o que vocês me fizeram ser!
E por vezes volto a ser criança e refugio-me no vosso colo.
Porque sou mulher e volto a ser criança para pedir consolo!
E vocês estão ali. Sempre. Encostados ao meu coração...

Será pouco dizer obrigada. Por tudo. Pelos momentos. Pela luta. Pelas lições. Pela humildade como me ensinaram que podia ser sempre melhor.
Excepcional.
Somos vida. Somos colo. Somos procura.
Somos eternos!

Hoje é dia do pai! E hoje, sinto um dia como todos os outros.
Porque o vosso amor está encostado ao meu coração. E corre-me no sangue!
Hoje é o vosso dia....criadores. Suave brisa que me dá colo e me deixa ser.
Obrigada...
Obrigada...

Hoje...caminham comigo. Nesta tarefa de ser criadora. Hoje aprendo a ser a sombra do meu amor-maior. E corre-me no sangue o vosso amor.
Desejo não mais que ser digna de ter o meu lugar encostado ao coração do meu maior-amor!
E talvez pela vossa magnitude, tenha sido merecedora de caminhar lado a lado, com um pai com Amor grande e que é apaixonado pelo meu tesouro!
Caminharemos juntos. E assim, seremos também eternos!




2 comentários:

AnaT disse...

Lindíssimo...Parabéns!

Simples Maria disse...

Temos de agradecer por estarem ao nosso lado sempre!!!