27 de maio de 2009

Cordão umbilical

Quando assinei a autorização para ele ir ao jardim Zoológico com a escola, só pensei...tenho que avisá-las que ele tem medo da foca-que-vai-dar-um-beijinho!
E fiquei com o coração-pequenino.

Hoje preparei-lhe a mochila, com água e uma muda de roupa e uma amostra de protector solar, ao mesmo tempo que repetia mentalmente...tens que deixar estes medos-de-mãe-ridícula!
Não perdi o medo e o meu coração-que-está-pequenino bate apressado no meu peito, mas deixei-o ir!
Porque só assim faz sentido. Porque apesar do cordão umbilical virtual que nos liga, ele é um bocadinho-de-gente [meu] que tem que crescer, e que eu tenho que deixar ir...

Sou ridícula. Eu sei.
Mas temos um cordão umbilical virtual.


[estou desejosa que chegue as 4 da tarde]

3 comentários:

Anis disse...

Não és ridícula não sr. o coração fica mesmo a-p-e-r-t-a-d-o!!!! mas temos que os deixar ir, deixá-los crescer...

Coisa Boa disse...

Por mais que nos custe não é miga...e a tua B. está tão crescida. Ainda me lembro de ti, sentada na secretária a fazer festas na barriga!!!e agora vais para a escola!!!
beijinhos

AnaT disse...

Todos os dias que vivemos de forma diferente, o 1º na creche (ui este custa tanto) os passeios, o 1º da escola e tantos outros, são sentidos assim... mas temos que ser mais fortes e deixar... (mas que custa, custa)