23 de junho de 2009

A minha noite na cidade que é minha!

Sabia que a noite nascia pelo seu cheiro. Pelo seu calor, que entrava pelas janelas no meu rés-do-chão.
Eu tinha quase 16 anos, Portugal ganhava com os sub-20, e eu estava prestes a conhecer amigas que vivem ainda nas recordações daquela noite!
A primeira de todas, na cidade que é minha.

Subíamos Almada, e o castelo enchia-se de cheiros, de sons e sabores.
E eu absorvia tudo, porque tinha quase 16 anos e era a primeira noite!
E o meu olhar brilhava com o reflexo do fogo de artifício que vi empoleirada num dos bancos do jardim do Castelo. E conheci amigos que ficaram presos na brisa daquela noite!

Ano após ano. A noite da minha cidade tornou-se um ritual, um balanço de pedacinhos de vida que era feito enquanto subia ruas até chegar ao meu miradouro. E sonhava sempre tanto... e revivia amores de mãos dadas com a Patty que partilhava o meu lado depressivo de adolescente.
E comprava pulseiras iguais às da minha amiga-para-toda-a-vida, porque tínhamos um pacto!
E tinha a vida toda pela frente, e tudo era possível.

E encontrávamo-nos sempre naquela noite que ainda hoje sinto um bocadinho minha.
Talvez para me mostrar que ainda gostavas de mim, porque me davas sempre um beijo no canto da boca e eu deixava!
É a minha noite. Porque foi das noites em que mais sonhei. Porque foi a noite em que roubaste o nosso primeiro beijo, quase às portas da casa do rés-do-chão e me mostraste que irias saber esperar. Anos depois, na minha noite subimos ruas de mão dada, orgulhosos de termos esperado!

Hoje, regressei ao meu rés-do-chão e a brisa fez-me perceber que a noite havia chegado.
Este ano quis recapitular. Voltar a sonhar. E senti-me tão bem...
O meu amor-maior subiu ruas comigo de mão dada! Subiu sem se queixar e sem pedir colo!
Apenas andámos, de mão dada. E eu senti-me tão feliz.
Eu sou feliz...


PS. Desta noite, faltou os All-star e os calçoes curtos! e tu também. Mas não faltou amor.
Miga...para o ano temos que ir comprar uma pulseira igual. Porque ainda temos um pacto! E os nossos filhos aprenderam a ser amigos no ventre!

10 comentários:

AnaT disse...

Lindo!...

Anónimo disse...

Nem estou a acreditar q escreveste isto.
Escondo-me por detrás do monitor pq estou no trabalho e entrei no blog na tentativa de quebrar a insuportável rotina, e n posso deixar q me vejam as lágrimas a correr.
Começo a ler coisas mais antigas tuas e chego aqui. Aqui onde me fazes recuar uns 18 anos sem qq problema, pq é tudo tão real e tão presente que me impressiona.
Como é q é possível miga...não me lembrava do pormenor da pulseira, mas assim que falaste dela me veio à ideia a cor, o cheiro a pele, até o desenho!!! As duas iguais, para saberem q era de propósito, que nos adorávamos, que havia um "pacto", é isso mesmo!! "As amigas são irmãs escolhidas por nós", lembras-te?
E essa noite era nossa. Completamente. Éramos verdadeiramente livres, n te sentias assim também? No sentido de não existir qq tipo de preocupação à volta...
Riamos, falávamos, andávamos com quem e por onde queríamos. As ruas transbordavam de gente, mas escorregávamos por entre todos e íamos para o castelo...
As risadas, o som do fogo, o toque de guitarras vão ecoar em mim para sempre. E apesar do grupo já n estar unido, nós estamos, e felizmente, estaremos por muito mais tempo, também através dos nossos filhotes lindos...!!
Em breve estarei no Algarve e dp Alentejo. Juro-te q vou tentar encontrar duas pulseiras de cabedal iguais!!!!
És linda. Q bom ter-te sp cmg.

Iolanda.

Coisa Boa disse...

Ó Iolanda!!!És sem dúvida a minha amiga-para-toda-a-vida! Que independentemente do tempo que estejamos sem falar, me faz sentir eu mesma e que sei que posso contar tudo, e contar com incondicionalmente. Aquelas noites de S.João de Almada, deram-me muitas coisas. Tu foste a melhor!!!...
Adoro-te miga!!!
beijo

Coisa Boa disse...

Se tu tivesses um blog, meu deus...acho que ia chorar muito. Mas ia essencialmente rir muito, porque tu tens essa capacidade incrível!
Beijo

Coisa Boa disse...

E sim...por vezes tenho muitas saudades daquela sensação que nada me prendia. Só mesmo aquela cidade e as amizades. E tinha a vida pela frente e tudo era possível não era???

Anónimo disse...

Q fixe!!! Tantos comentários só p mim!!!!Eheheheh!!!!
Sim, tudo era possível......tanto assim era q mta coisa aconteceu. Coisas simplesmente inesquecíveis, q nos lembramos agora m tenho a certeza durarão toda uma vida. Fomos felizes. SOMOS felizes. E isso é mt bom de poder dizer. Afinal, n é isso q almejamos?
É mt bom sentir q tb sou tão importante na tua vida. Faz-nos sentir confortáveis, mais fortes,por sabermos q temos alguém q está sp connosco. Aconteça o q acontecer.
Tens de me ensinar a fazer um blog...sou uma tótó....de certeza q n vai sair tão bem qto os teus maravilhosos movie-makers.....q nem sequer te ensinei a fazer!....mas será o meu, e sentir-me-ei ainda mais perto dos meus amigos concerteza. E com um incentivo desses....!!!!Tu q escreves tão bem a querer ver um blog meu....minha amiga....
Adoro-te mt mt.

Coisa Boa disse...

Desculpa...se há alguém que escreve bem neste mundo, és tu!
Até letras de música tu escreves.
(Ainda me lembro do inicio, acreditas???!!!)...
Estou ansiosa por te ler!!!
O bom disto dos blogs, é que quem gosta de ti, sente que está contigo todos os dias ao ler-te!
Seria hilariante ler as cenas do Rodrigo!!!

Anónimo disse...

Q elogio fixe. Obrigada.
Ensinas então??
Desculpa, há pouco falei ctg tão à pressa q n deu p falarmos do blog......tou exausta, nem me lembrei....q bom ires já de férias......TB JÁ ÍA!!!!
A ver se nos encontramos amanha...ou no Algarve na outra semana!!! Q FIXE!!!!!
Adoro-te mt querida.

Coisa Boa disse...

Vamos ver se nos encontramos nos dois sitios!!!!!....
Sabes que quando dissemos ao Tiago que iamos para o Algarve para a semana, ele disse logo que o Rodrigo também ia!!! Enfim, já começo a ficar habituada a estas cenas deles. Gosto muito sabes, é um prolongamento nosso! Bem...arranja um nome fixe (que será fácil para ti, de certeza), e foto se quiseres para o cabeçalho!!! 5 minutos, é o tempo que leva a fazer, o que será um dos blogs mais bonitos do mundo!!! Depois, deixas o coração falar através das letras...é muito mais fácil escrever sentimentos, do que falar...pelo menos para mim!

Anónimo disse...

Para mim tb......qdo falo, mtas vezes sou brusca demais.....digo o q o quero e o q n quero. Há vezes que falo quase sem pensar....é mt impulso e pouca razão....enfim. Na escrita é tudo mais calmo, ponderado, eu diria até escolhido...por isso sai mt melhor....tb p mim!!!
Epá! Tou a ficar verdadeiramente entusiasmada c o blog.....qdo ensinas???
O Rodrigo já se fartou de falar da tarde convosco no Parque da Paz...diz que deu mtos "sautos" com o Tiago....vão adorar estar na praia juntos, aposto!
Estou desejosa de estar convosco de novo!!!!
Bj gde!!!!!!!!!!!!!!!

Iolanda.