26 de março de 2012

Concluíndo

Já tenho falado aqui muito sobre a minha vida. Como gosto dela. Como sou feliz.
Por vezes tenho medo de estar a confundir a "simplicidade" com conformismo.

depois penso, imagino que tenho outra vida. Mulher importante profissionalmente com muitos compromissos e viagens. ganhava rios de dinheiro que me permitia comprar tudo o que eu quisesse. mulher que sofria para cumprir prazos. mulher que não tinha tempo para ir buscar filhos à escola. mulher que não podia fugir para estar com quem mais ama.

A minha vida é simples tanto quando eu quero que seja.
a minha vida é perfeita? não.
Mas é tudo o que sempre quis.
se é tudo o que eu sempre sonhei?
sim. no essencial. no mais importante. no fundamental.

se seria diferente com mais dinheiro? protagonismo? escrever Patrícia Pio no google a aparecer noticias minhas? NÃO. se tem coisas que eu não gosto? tem. tem segundas-feiras imensas de neura por me sentir muitas vezes desvalorizada, e com aquele sentimento de mais uma semana. mais uma. mas tenho trabalho. dinheirinho ao final do mês, caraças. não me posso queixar quando há pessoas por aí sem ter o que comer. sem casa ou em riscos de perder a sua.
A minha vida já me ofereceu muitas mágoas. lágrimas. revolta. já me roubou. já me roubou pessoas. as minhas pessoas. e deixou sequelas. a vida é puta. sim. é. também é.
gosto de acreditar que já aprendi alguma coisa com a vida. mas peço todos os dias que ela não me roube mais. porque já aprendi essa lição. que me mostre apenas o que ela tem de melhor.
essa vida, que é puta, também me deu tanto de bom. tanto. tanto. que sinto que apesar de tudo, tenho que lhe agradecer. não sei se existem mais vidas. se cá voltarei. se já ando cá há muito ou pouco tempo.
esta é a vida que eu tenho. ESTA. e é esta que eu vou viver.
Não sou hipócrita. a minha vida não é perfeita. mas acreditem quando digo que tenho tudo o que quero. que se for assim, como tem sido...tudo bem.
peço pouco. sempre pedi. a vida não me desilude. só as pessoas.


Concluindo:
homem da minha vida e de todas as outras....aqui reafirmo a minha promessa. Se cair nos nossos bolsinhos o euromilhões, vais-me ver de cabelinho bem cortadinho.
Aqui tens. não há volta a dar!!!! Amo-te a ti. e à nossa vida.

5 comentários:

La Sevilhana disse...

Que lindo...caraças pá, não sabes que não podes escrever estas coisas tão lindas agora? Só me dá para o sentimento...buáááá!

Mas tenho tanto orgulho em ti e no que vocês criaram! :)

Coisas Boas disse...

Ó miga...meu deus...tu é que me deste uma grande lição. Daquelas!!!
Sabes uma coisa????
Nunca mais chega o fim de Maio!!!!!

Coisas Boas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anónimo disse...

Oh miga como eu sei o que tu sentes...
Cada vez mais um dia de cada vez...
Não tenho duvidas...
Ausenda

Coisas Boas disse...

Sem dúvidas, miga.
um dia de cada vez. sempre foi o meu lema! e acreditar que amanhã será melhor.
Bj