3 de dezembro de 2009

(...)

Hoje acordei com a memoria do sabor de suspiros. Daqueles que minha avo Aura comprava e que se derretiam na boca!!!

Hoje, deitada na cama, a arranjar coragem para me levantar, porque isso significa que vou ter dores, acabei por perceber, que estou melhor. Melhor comigo, apesar de tudo! Que sei que vou conseguir...mesmo nos dias piores e que vou ter vontade de chorar porque detesto ficar deitada no sofá porque não tenho opção, e ouvir os meus amores a brincar no quarto da fantasia!
Sei que vou conseguir, porque apenas regresso ao meu passado, quando estou bem com a vida! A revolta que senti nestes últimos tempos, desapareceu. E as perguntas estúpidas de "porque a mim"? também acabaram por ser relativizadas! Desapareceu também a sensação amarga quando percebi que o meu amor-maior não vinha ao meu colo, por causa dos meus doí-dois. Porque me ama...também sou a sua estrela-polar, com que ele se preocupa! O meu menino de quatro anos a cuidar de mim!!!....

Se vou voltar a chorar?...talvez...nos dias em que não conseguir andar bem, não conseguir vestir umas calças sem ajuda, nos dias em a minha"prova de coragem" estiver tão mal, que apenas conseguirem estar deitada e tapada ate ao pescoço. Sim...acho que vou voltar a chorar, quando quiser pegar-te ao colo e não conseguir.
E sim...vou voltar a chorar, quando te olhar pela primeira vez e cheirar o doce da tua pele!
Já te culpei. Aqui dentro de mim. Mas tu és o meu sonho. O meu tão-desejado-segundo-sonho! Sempre te quis, e sempre soube que te teria....e que só seria realmente completa enquanto pessoa, enquanto mulher, quando pertencesses aos meus dias...

Hoje apetecia-me um suspiro. Daqueles que se derrete na boca. E provável que já não se encontrem. Que já não existam. O sabor dos suspiros que sinto na boca, são os meus sonhos.
Perdio-os...e hoje voltem a encontra-los!!!!
Vou sonhar sempre. E vou tentar com todas as minhas forças, lembrar-me disso, quando estiver a chorar, e quando achar que não vou aguentar mais...
Vou.
por ti! e por ti! E pelas minhas estrelas-polares que me tem ajudado tanto...como sempre!
E por ti. que és mais que um amor, um companheiro, um amigo, um amante, um pai.
Todos os dias deixas de ser uma estrela-cadente da minha vida, e passas a ser uma estrela-polar. Fixa no meu céu, onde vivem os meus maiores amores! És a pessoa mais bonita que conheci ate hoje. E um privilegio pertencer-te. Amo-te...
Amo-vos!

Acho que hoje, como estou a sentir-me com a vida a pulsar-me nas veias, vou viajar para o colo quente da minha mãe, e para o som quente da musica que o meu pai me fez ouvir. Vou ouvir o galo cantar na casa da minha avo Idalina e lembrar-me que ela e a maior lutadora que conheço. Vou sentir a manta quente sobre o meu corpo e o do meu irmão, enquanto víamos os desenhos-animados nas manhas chuvosas de domingo. Vou lembrar-me do que sofreste irmão. Vou voltar aos jantares de domingos na casa da minha avo Aura, naquela mesa grande com todos vocês. Vou caminhar com os meus primos sem destino, sem tempo. Vou regressar as nossas festas de pijama. E caminhar nas noites de São João! Vou caminhar de mão dada com os meus amores. Devagar. E vou carregar-te dentro de mim e amar-te a cada dia que passa...
Vou deixar de pensar no tempo. Porque esse de momento, e o meu pior inimigo!

E vou sonhar...

4 comentários:

La Sevilhana disse...

BRAVO!!!!!

Esta é a Piozinha que conheço! Forte, lutadora e admirável!

Sei o que tens sofrido, mas também sei que tudo vai ser recompensado...apenas porque o vais continuar a carregar dentro de ti e o vais amar a cada dia que passa.
Força, és uma grande mulher e mãe.
Bj

Anónimo disse...

lindo...assimé que eu gosto de te ver, amo-te!!!

Anónimo disse...

Não tenho palavras....
SS

Ana Carina Dias disse...

Fazes-me sempre chorar de emoção quando leio as tuas palavras cheias de recordações e de amor*** TU ÉS UMA SUPER QUERIDA MÃE, ESPOSA,AMIGA,PRIMA***

festinhas na barriga onde está o teu segundo grande amor,

abraço forte dos primos ana,bruno e bia